Gilmar vai propor à Câmara Comissão Especial de Inquérito para o La Vue


Uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a concessão pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) do alvará de construção do edifício La Vue e outras licenças dadas pelo órgão. Esta é a proposta que o vereador Gilmar Santiago (PT) anunciou, terça-feira (22), aos jornalistas Uziel Bueno e Evilásio Junior, na Excelsior FM (106.1), para ser apresentada na próxima sessão da Câmara Municipal de Salvador. No Legislativo municipal a CEI é o equivalente à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Ele também defende a realização de uma audiência pública na Comissão de Planejamento Urbano.

“O papel fundamental do vereador é fiscalizar a atuação do Poder Executivo e a instalação da CEI se justifica diante da grande repercussão nacional, a partir da denúncia do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, de que o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, o pressionou para liberar um empreendimento que tem parecer contrário da Presidência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) ”, justifica Gilmar.

Para o vereador, se a Sucom e a Superintendência do IPHAN na Bahia desconsideraram pareceres de técnicos do Escritório Técnico de Licenças e Fiscalização (Etelf), conforme denúncia da Associação de Moradores da Barra (Amabarra) e do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), seção Bahia, isso precisa ser investigado. O Etelf, composto por técnicos da Sucom, IPAC e IPHAN, funcionava por convênio entre os governos federal, estadual e municipal e foi extinto logo após o parecer contra o La Vue. “É muita coincidência, não? ”, questiona Gilmar.

Post em destaque
Postagens recentes