Movimentos negros e Esquerda Unida apoiam reeleição de Gilmar Santiago


Entidades do movimento negro e antirracistas manifestaram, sábado (10), apoio à reeleição do vereador Gilmar Santiago (PT). Em encontro no Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente (Sindae), representantes do Coletivo de Entidades Negras (CEN), Movimento Negro Unificado (MNU), Associação Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (Acbantu) e Coletivo Nacional de Juventude Negra (Enegrecer) defenderam o voto racial, a continuidade da ação política de Gilmar na Câmara Municipal no enfrentamento das políticas racistas e na defesa da população da periferia.

As quatro entidades também lançaram um documento com propostas para a renovação do mandato do vereador. Com o título “Treze pontos de luta para o combate ao racismo em Salvador”, o documento denuncia que a cidade “tem um processo de desenvolvimento racista e higienista” e propõe, entre outras questões, o resgate da memória e identidade das referências negras baianas (a exemplo de Milton Santos); o fomento à inclusão socioprodutiva e ao empreendedorismo negro; a retomada da reforma dos Terreiros; e exigir a implementação imediata das leis de ensino da história e da cultura afro-brasileira, africana e indígena nas escolas municipais.

No mesmo dia, Gilmar recebeu a recomendação de apoio do Coletivo Esquerda Unida (Sou+eu), que tem entre seus militantes Walter Takemoto, educador e fundador do Movimento Passe Livre: https://www.facebook.com/notes/walter-takemoto/o-coletivo-esquerda-unida-e-as-elei%C3%A7%C3%B5es-municipais-de-salvador/1146399218736734.

Post em destaque
Postagens recentes