Lula pode virar o jogo na política e na economia


Quarta-feira (16), Gilmar esteve na rádio Vida FM 106.1, com Uziel Bueno e Evilásio Junior, no programa Uziel Tá na Área, em um debate sobre o cenário político nacional e local com o vereador Leo Prates (DEM). O debate, das 8 às 9 horas, teve a participação de diversos ouvintes por telefone e What’s App.

Os principais temas abordados pelo vereador foram os seguintes:


- DELAÇÃO DE DELCÍDIO

Até o falecido senador ACM foi citado por Delcídio do Amaral. Aliás, falam muito do tríplex de Lula, que realmente pode ser chamado de um Minha Casa Minha Vida se comparado aos imóveis de alguns políticos baianos que não chegaram onde Lula chegou (à presidência da República).


- LULA NO GOVERNO

A entrada do ex-presidente Lula no ministério da presidente Dilma representa a virada de jogo na política e na economia. Com sua experiência política e sindical, ele vai ajudar a recompor a base política no Congresso e a retomar o diálogo com a base social. A crise é política, agravada pela crise econômica mundial.

A crise institucional é grave e o processo está se deteriorando. Vivemos uma crise do modelo político no Brasil. Não pense que o desgaste vai ser atribuído exclusivamente ao PT. Aécio, Alckmin e Aleluia foram vaiados domingo.

Só vamos resolver a crise quando começarmos a pensar na mudança desse modelo. É uma situação que cria um processo de descrédito para todos os partidos. Um exemplo, são os partidos que funcionam permanentemente com comissões provisórias.


- MODELO DE SEGURANÇA PÚBLICA

O modelo da Bahia é o mesmo adotado em todo o país e o mesmo que vigora há muitos anos no estado. Esse problema é grave em todas metrópoles. Segurança é também um problema social. Por isso, esse modelo precisa ser revisto.


- SENADOR WALTER PINHEIRO

É um companheiro com quem milito a longas datas no PT. Estive com ele, apoiando a sendo apoiado em todas as eleições que disputamos. Defendo a permanência dele, porque precisamos lutar para renovar as ideias, fortalecer e aperfeiçoar o partido. Estou no terceiro mandato de vereador construído no PT. Não sou vereador por atributos pessoais, e sim por uma construção coletiva. Entrei no PT antes do senador e não saio do partido.


- ELEIÇÕES 2016

Não acredito que exista espaço para uma chapa só com candidatos negros (prefeito e vice-prefeito). É preciso ampliar o alcance, formar uma chapa mais colorida. Nessa eleição, defendo a tese de que os partidos de esquerda lancem candidatos negros a prefeito, candidaturas que tenham a cara de Salvador.

Post em destaque
Postagens recentes