Tribunal Federal manda suspender construção do edifício La Vue, na Barra


A construção do edifício La Vue, na Ladeira da Barra, e a venda de apartamentos foram suspensas por determinação da Justiça Federal. “Uma liminar solicitada pelo Instituo dos Arquitetos do Brasil (IAB), regional Bahia, foi deferida pelo desembargador Jirair Meguerian, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região”, comenta o vereador Gilmar Santiago (PT), que tem denunciado irregularidades no empreendimento.


A decisão do desembargador federal foi tomada no dia 7 deste mês, respondendo à Ação Civil Pública ajuizada pelo IAB/Bahia. Os réus são as empreiteiras Cosbat e Ladeira da Barra, a Prefeitura de Salvador, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).


“Solicitamos a suspensão da obra na audiência pública sobre o edifício, que promovemos no dia 11 de novembro passado, até a elaboração de novos laudos técnicos e o pronunciamento da presidência do IPHAN sobre o parecer isolado de um coordenador regional”, lembra Gilmar. A audiência “Licenças para Construções em Salvador e o Caso La Vue”, foi realizada no Centro Cultural da Câmara Municipal de Salvador.


O parecer do coordenador contraria um anterior, de duas técnicas do Escritório Técnico de Licenças e Fiscalização (Etelf), extinto logo em seguida. Elas argumentaram que a construção impacta, agride e tira a visibilidade de monumentos e áreas tombadas, a exemplo da igreja de Santo Antônio, o Cemitério dos Ingleses, os fortes de Santo Antônio e Santa Maria.

Post em destaque
Postagens recentes