A Casa do Povo foi fechada no dia da apresentação do projeto mais importante para a cidade


O vereador Gilmar Santiago (PT) classificou de “absurda” a atitude do presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Câmara (PSDB), de “fechar a Casa do Povo no dia em que o prefeito vem apresentar o projeto mais importante para a cidade”, referindo-se ao Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU). Gilmar não se conformou com a “posição ditatorial” de Paulo Câmara. “O presidente poderia distribuir senhas e limitar o acesso de pessoas às galerias, mas preferiu atender a postura imperial de ACM Neto”, criticou.


“O prefeito, acompanhado de secretários e assessores, com as portas fechadas com autorização do seu presidente. É dessa forma que o PDDU chega à Câmara, sem aprovação do Conselho da Cidade. Um PDDU sem povo, sem participação, como é cara e DNA da Prefeitura de ACM Neto!”, resumiu Gilmar.

Post em destaque
Postagens recentes