Edifício La Vue é tema de audiência pública na Câmara Municipal nesta terça (17)


O vereador Gilmar Santiago (PT) e a Comissão de Defesa dos Direitos do Cidadão da Câmara Municipal de Salvador promovem, nesta terça-feira (17), às 9h, no Centro Cultural da Câmara (ao lado do Palácio Tomé de Souza), uma audiência pública sobre a construção do edifício La Vue, na Ladeira da Barra.


O prédio, com 30 andares e cerca de 106 metros de altura, é alvo de protesto da Associação de Amigos e Moradores da Barra (Amabarra) e do Instituto de Arquitetos do Brasil, que acionaram o Ministério Público Estadual.


“Faremos a audiência pública e debateremos com ambientalistas, moradores do bairro, Ministério Público, órgãos de proteção do Meio Ambiente e do Patrimônio Histórico e Arquitetônico, mesmo contra a vontade do prefeito ACM Neto e da bancada dele”, afirmou Gilmar.


A liberação para construção do La Vue levanta polêmica sobre os impactos no meio ambiente, trânsito e no patrimônio. O prédio, construído pela Cosbat Empreendimentos, terá 24 apartamentos, um por andar, e com valor médio de R$ 2 milhões. Segundo denúncia encaminhada ao Ministério Público Estadual, a prefeitura concedeu o alvará de construção com base em um parecer isolado de um coordenador do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).


“O parecer do coordenador contraria outro, de duas técnicas do Escritório Técnico de Licenças e Fiscalização (Etelf), composto por especialistas do Iphan, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e Sucom”, destaca Gilmar. As técnicas argumentam que a construção impacta, agride e tira a visibilidade de monumentos e áreas tombadas, a exemplo da igreja de Santo Antônio, o Cemitério dos Ingleses, os fortes de Santo Antônio e Santa Maria.

Post em destaque
Postagens recentes