Agentes de Educação ficaram dois meses sem salários, denunciou Gilmar


O vereador Gilmar Santiago (PT) denunciou, na semana passada, que os estudantes de Pedagogia que fazem parte do Programa Agentes da Educação da prefeitura de Salvador estavam sem receber, pelo segundo mês consecutivo, a ajuda de custo que lhes é devida. “São mais de 400 estudantes que tomaram posse em setembro; o prefeito ACM Neto e o secretario municipal da Educação, Guilherme Bellintani, querem contratar mais 120”, diz Gilmar. Após a denúncia, a prefeitura anunciou o pagamento.


Segundo o vereador, o prefeito e o secretário descumpriram a lei que diz que não pode atrasar o auxílio-transporte e a remuneração dos estagiários. “É mais um programa midiático lançado para esconder o caos na educação municipal, com três secretários em três anos, quase 150 mil crianças de zero a seis anos fora de escolas e creches e uma educação infantil que está entre piores do Brasil”, critica.


O papel dos Agentes da Educação é monitorar a frequência escolar dos alunos da rede pública municipal, as razões da ausência e o envolvimento da família e da comunidade nas atividades promovidas pelas escolas.

Post em destaque
Postagens recentes