Câmara Municipal voltar a funcionar foi vitória da oposição


O vereador Gilmar Santiago (PT) considerou uma vitória da oposição o fato da Câmara Municipal ter voltado a funcionar segunda-feira (19), com uma sessão que terminou próximo às 18 horas. “Foi depois da provocação que fizemos que a Câmara voltou a ter sessão, a debater, com 42 vereadores presentes e discutindo o projeto de parcelamento do ITIV”, afirmou, acrescentando que é assim que a Casa deve proceder.


Segundo Gilmar, o projeto do ITIV não foi votado porque precisa de 29 votos e a oposição, para votar a favor, apresentou algumas emendas, entre elas a que estende o parcelamento do imposto aos imóveis usados. “Por que somente os imóveis novos e na planta?”, questionou o vereador. “Nós precisamos em um momento de crise dinamizar a economia da cidade. Portanto, não entendemos porque o prefeito não aceita o parcelamento para os imóveis usados”, explicou.


Gilmar disse ainda que a receita de Salvador está caindo mês a mês não apenas em função da crise econômica, e também porque quando o prefeito fez a reforma tributária e aumentou o IPTU foi de maneira escorchante, abusivo, e agora quer voltar atrás, mas insiste em cobrar o ITIV antecipado, o que é inconstitucional.​

Post em destaque
Postagens recentes