Obras do governo vão transformar o subúrbio em novo vetor de desenvolvimento

A determinação do governo do Estado em transformar o subúrbio em um novo vetor de desenvolvimento socioeconômico de Salvador é destacada pelo vereador Gilmar Santiago (PT) como parte da nova lógica de pensar a cidade. “É a desconcentração dos investimentos públicos, historicamente limitados à orla atlântica, ao Caminho das Árvores e Paralela, que vai influenciar a iniciativa privada”, analisa.


Além da preocupação com as vidas, manifestada nas obras de contenção de encostas e de urbanização, Gilmar ressalta o investimento de mais de R$ 3 bilhões em obras de mobilidade e habitação. “O pontapé inicial foi dado por Jaques Wagner e Rui Costa dá continuidade a estas obras, que daqui a algum tempo vão mudar o perfil da cidade e beneficiar regiões que carecem da presença dos poderes públicos”, observa.

Para o vereador, as linhas azul e vermelha, que interligarão a orla atlântica à orla da Baía de Todos-os-Santos, o VLT e a mudança da Rodoviária para Águas Claras, interligada à linha 1 do metrô, vai dinamizar o miolo da cidade e abrir espaço para inserção do subúrbio nos projetos turísticos. “O Parque São Bartolomeu foi requalificado e é um equipamento importante nesse novo contexto”, afirma.

Post em destaque
Postagens recentes