Definitivamente, transparência não é o forte da administração ACM Neto

“Definitivamente, transparência não é o ponto forte da administração do prefeito ACM Neto”, afirma o vereador Gilmar Santiago (PT), referindo-se à falta de publicização em tempo real dos gastos e da arrecadação da Prefeitura de Salvador como a Lei Complementar 131, de 27 de maio de 2009, determina à união, estados e municípios.


Gilmar recebeu reclamações, confirmadas pelo site Bahia Econômica, de que o “Portal da Transparência” mantido pela Secretaria Municipal da Fazenda está sem atualização há seis meses e com o quadro de receitas zerado (http://www.bahiaeconomica.com.br/noticia/110170,portal-transparencia-da-prefeitura-de-salvador-nao-e-atualizado-desde-janeiro.html), o que deixa o contribuinte soteropolitano sem acesso a informações sobre a movimentação financeira do município.

transparência.png

Além disso, Gilmar lembra que em 2014 Salvador foi a 13ª entre 26 capitais no Índice de Transparência (http://indicedetransparencia.com/ranking-2014-capitais/), um ranking estabelecido por especialistas da Universidade de Campinas – SP (Unicamp), Fundação Getúlio Vargas (FVG), Universidade de Brasília (UnB), Controladoria Geral da União (CGU) e ONG Contas Abertas, entre outros.


transparência_2.png

Post em destaque
Postagens recentes