Gilmar critica tentativa de privatização da água

O vereador Gilmar Santiago (PT), líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador, afirma que, ao anunciar que vai tirar da Embasa a regulação do sistema de água e esgoto, o prefeito ACM Neto quer fazer o que tentaram e não conseguiram na época de Paulo Souto e FHC: privatizar as redes de abastecimento de água e de esgotamento sanitário da cidade.

Desde 2010, lembra Gilmar, a Câmara aprovou a renovação do convênio do município com a Embasa, mas nem João Henrique, nem Neto assinaram a carta programa. Ele acusa o prefeito de dificultar as ações da empresa: “ele não libera os alvarás autorizando a Embasa a fazer obras importantes nas regiões de Sussuarana, Liberdade e Brotas”. O petista lembrou, ainda, que nos últimos sete anos a Embasa realizou obras que aumentaram em mais de 30% a oferta de água em Salvador.

Segundo Gilmar Santiago, mais uma vez o secretário Mauro Ricardo está por trás de uma proposta polêmica para Salvador.

Texto: Alberto Freitas

Tags:

Post em destaque
Postagens recentes